Tag Archives: app

Famoso app Bump chega ao fim, após aquisição do Google

Google começando 2014 do jeito que mais gosta: matando um serviço útil usado por milhões de pessoas.

Via The Verge

Share Button

Throw Me To Heaven: Um app rejeitado pela Apple pro bem do seu iPhone

Que tal esse app? Você arremessa o seu iPhone pra cima com o máximo de força que conseguir, e assim que ele cair de volta nas suas mãos você confere qual a altura que ele atingiu, e sua pontuação entra pra um ranking.

Send Me To Heaven

Se só a ideia já te deu arrepios, você não está sozinho. A própria Apple barrou o jogo alegando o óbvio: ele promovia atividades que poderiam danificar o aparelho. Jura?

Sabe quem não barrou o app? A Google Play. Se isso não é um exemplo perfeito do quanto cada um dos lados se importa com os seus usuários, eu não sei o que é.

Via Kotaku

Share Button

Path: Um app que acha que é aceitável mandar spam via SMS

Hoje diversas pessoas reclamaram que haviam recebido mensagens SMS com spam e ligações gravadas divulgando o app Path. Acreditando ser um erro, o The Verge entrou em contato com a empresa. A resposta foi um tanto surpreendente:

“Por default, o Path parte do pressuposto de que você quer enviar uma mensagem para todos os seus contatos do Facebook mostrando uma lista com todos os nomes selecionados. O usuário precisa escolher “Remover todos”, ou o Path vai enviar uma mensagem com um link convidando todos os amigos a se cadastrarem”

Ou seja, não é um erro, mas um feature. Se existe um erro, ele é cometido pelos usuários, que precisam de maneira ativa desfazer a seleção de amigos pra que eles não recebam spam divulgando o app. Ceeeerto.

Na boa? Era melhor que tivesse sido um bug.

Via 9to5Mac

Share Button

Rego: Um app gringo que não tem idéia de como fica engraçado em Português

E eis que aparece um app cuja descrição vai ter fazer dar risada. É o Rego.

Se você visitar o site do app e traduzir as descrições em português, mantendo o nome do app em inglês, o resultado é sensacional:

“Rego acompanha seus lugares favoritos. Aquele pequeno café que você encontrou. Aquelas caminhadas isoladas. Aquelas férias especiais. Com Rego, você nunca mais vai esquecer um lugar.”

“Rego é privado. Ninguém pode ver o que você adiciona ao Rego. Mas às vezes você quer compartilhar um lugar com um amigo – ou até mesmo o mundo todo – e Rego facilita isso pra você. Lugares compartilhados são importados diretamente ao Rego, fazendo dele algo perfeito para aquele “Vamos nos encontrar ali!””

“Outra rede social? Certamente que não. Construímos Rego para ser privado. É para os seus lugares; Você pode compartilhar um lugar com alguém, mas não existe lista de amigos, seguir amigos ou “feeds”.”

“Rego é grátis para todos”

“Não importa quem você seja, a gente aposta que você vai encontrar maneiras interessantes e únicas de usar Rego. Aqui vão algumas idéias como ponto-de-partida.”

“Planeje o seu itiner[ario checando qual a distância entre seu hotel e os lugares. E enquanto estiver lá, use o Rego para capturar sua viagem em fotos e notas.”

“Capture aquelas memórias do dia-a-dia em fotos e notas. O que você adiciona no Rego é privado – ninguém está olhando!”

“Rego é perfeito para fotógrafos procurando capturar sua própria visão de lugares, ou compartilhar com os outros.”

“Para compartilhar com Rego, você vai precisar criar uma conta no nosso serviço e fazer o login usando o app.”

E aqui vai o meu favorito:

“Adicione todos os pontos de interesse do seu evento no Rego e depois compartilhe esses lugares publicamente para que seus visitantes e participantes possam adicionar a seus Regos também.”

Eu nem sei se existe algo que possa ser feito numa situação assim, mas tenho que admitir que depois de rir tanto com essas descrições e um exemplo desse tamanho de conflito de culturas, eu tive que baixar o app e ver como era. Até adicionei algumas coisas no Rego. Só pra experimentar, sabe?

Post relacionado:
Rego comemora sucesso no Brasil. Mais ou menos. 

Share Button

Documentário indicado ao Oscar foi filmado com um iPhone

O TUAW traz a dica de uma entrevista com Malik Bendjelloul à CNN Money em que ele diz como um app de $1.99 o ajudou a terminar de filmar seu documentário Searching For Sugar Man quando sua camera Super 8 acabou causando mais despesas do que ele esperava.

Salvar sua pele? There’s an app for that. Quem deve estar feliz é o pessoal do 8mm Vintage Camera app, que ganhou bastante destaque com essa história curiosa.

Share Button

O Google Earth é imprestável!

Review real, de um usuário frustrado por seu Google Earth não ser uma transmissão ao vivo vinda do espaço.

Review Google Earth

Como tem gente burra no mundo.

Via CultOfMac

Share Button

Israelense de 13 anos cria app que avisa sobre ataques de mísseis

O Times Of Israel fez uma matéria sobre um app gratuito criado por um garoto de 13 anos, que envia uma notificação quando mísseis são disparados em Israel.

A matéria explica que cada vez que um Alerta Vermelho é dado, o app avisa sobre o alerta, e diz há quantos segundos ele foi dado, para que as pessoas tenham tempo de procurar proteção. Explica que dependendo da distância de Gaza, os moradores têm menos de 15 segundos pra tentarem salvar suas vidas.

O mundo é surpreendente e um lixo ao mesmo tempo.

Via: The Loop

Share Button