Category Archives: Google

Famoso app Bump chega ao fim, após aquisição do Google

Google começando 2014 do jeito que mais gosta: matando um serviço útil usado por milhões de pessoas.

Via The Verge

Share Button

Kit Kat: parceira do Android, mas não larga o iPhone

A história já é bem comum. Celebridades recebem uma grana para promoverem publicamente aparelhos de concorrentes da Apple, fazem posts em redes sociais que fingem ser espontâneos, porém em seu dia-a-dia elas usam iPhones e iPads como seus aparelhos pessoais. Jessica Alba, Oprah, David Ferrer e Dani Calabresa são alguns exemplos disso.

No entanto, esta é a primeira vez que uma marca faz a mesma coisa. No início de Setembro, Kit Kat e Google anunciaram uma parceria para batizar a próxima versão do Android de Android Kit Kat. Além disso, a marca está fazendo uma promoção mundial em que estampa as próprias embalagens do chocolate com o pequeno robozinho verde, além de prometer centenas de tablets.

Mas nada disso foi suficiente pra impedir que em um post do Facebook, a marca sugerisse que o pacote completo para a balada é formado por carteira, chave do carro, Kit Kat, e…. seu iPhone, é claro!

KitPhone

Nos próprios comentários do post as pessoas apontaram a ironia (o que fez com que eles postassem uma nova imagem tirando sarro da situação), e eu também não entendo como isso pode ter ido pro ar. Mas até aí, o trabalho de Photoshop pra tirar a marca do carro que estampava a chave está bem porco, e também passou.

Share Button

O erro de digitação no press release do Google sobre anúncios no Google Maps

“Hoje nós apresentamos uma experiência com anúncios atualizada que achamos que será mais atraente para nossos usuários e mais eficiente para os anunciantes.”

Existe um erro de digitação bem claro aí que o Google deixou passar. Diz “para nossos usuários” quando evidentemente era pra dizer “para nós“.

Via Google

Share Button

Google+ tem menos atividade social do que o LinkedIn

“A rede social do Google soma 2% de todo o conteúdo compartilhado em redes sociais em toda a internet.  (…) O LinkedIn está na frente do Google+, com 3% de share em conteúdos compartilhados”

Chega a ser vergonhoso o quanto o Google tem investido no Google+ e o retorno que isso vem dando.

Ele é uma espécie de Ping do Google. Exceto que a Apple teve o bom-senso de matar o Ping quando percebeu que ele não levaria a nada, enquanto o Google mata outros serviços pra tentar enfiar o Plus goela abaixo dos usuários.

Via BRG

Share Button

Google Latitude: a próxima vítima da casa

Hoje o Google anunciou que a partir de 9 de Agosto o Google Latitude (também conhecido como tentativa frustrada de Foursquare) será desativado.

A primeira coisa que me veio à cabeça foi “Peraí, eles mataram o Google Reader antes de matar isso aí?“. Acho que as prioridades lá em Mountain View andam meio bagunçadas.

A boa notícia é que ao contrário do Google Reader, ninguém vá sentir muita falta do Latitude. A má é que o Google continua com o roteiro de matar serviços próprios um a um pra forçar os usuários a adotarem o inútil Google+. Me pergunto qual será o próximo.

Share Button

Marco Arment escreve sobre o que levou o Google a matar o Google Reader

Excelente texto do Marco Arment sobre o assunto.

“O Google Reader é a vítima mais recente de uma guerra que o Facebook começou, aparentemente por acidente: a batalha para ser dono de tudo. Enquanto o Google tecnicamente era “dono” do Reader e podia dar utilidade à gigantesca quantidade de notícias e dados de atenção que passava por ele, isso entrava em conflito com a estratégia muito mais importante do Google+: eles precisavam que todos estivessem lendo e compartilhando tudo pelo Google+ para que eles possam competir com o Facebook para coletar dados pra exibir e vender anúncios personalizados, aumentar suas vendas e as deixar mais relevantes.”

Pare o que está fazendo e dedique alguns minutos a esse texto. Vale bem a pena.

Posts relacionados
A obsessão do Google em fazer uma rede social sua dar certo
Ei, Google, cadê seu foco?
Focar melhor em menos produtos

Share Button

Como o Google está matando as buscas orgânicas

Resultado de busca do Google | Tutorspree

Texto bem interessante feito por Aaron Harris no Tutorspree, mostrando a forma como os resultados pagos x orgânicos aparecem para nós no computador e no iPhone.

“Abra o seu iPhone. Busque por ‘Italian Food’. O que você vê? Se você estiver em NYC, você vê zero resultados orgânicos.”

O pior é lembrar que mesmo esses 13% da busca do PC fazem parte da bolha de buscas do Google. Nem os resultados orgânicos são de fato tão orgânicos assim.

Via BoingBoing

Share Button

The Xbox one is….? O que o Bing e o Google querem que você pense sobre o console?

Veja só que curioso: se você resolver buscar por “the xbox one is” no Google, eis as sugestões que o buscador irá lhe apresentar:

Xbox one is Google

Já lá no Bing, eis o que o mesmo termo retorna:

Xbox one Bing

Lembra do lance das bolhas de pesquisa? Pois é…

Post relacionado:
Bolhas: O Google já te mostra só o que ele acha que você deve ver 

 

Share Button

Bolhas: O Google já te mostra só o que ele acha que você deve ver

A entrevista do Richard Gringras pra Wired me lembrou de um TED em que Eli Pariser mostra como o Google e o Facebook trazem resultados baseados nos dados que eles têm sobre você, e como isso é totalmente prejudicial à sua experiência na web.

Links, matérias e conteúdos ficam totalmente inacessíveis por você, simplesmente por que o Google se vê na posição de poder escolher o que você lê, a que horas você vai ler, e como vai receber esse conteúdo.

Depois de ver este vídeo, considere adotar o DuckDuckGo como sua ferramenta de busca. Ele não guarda nenhuma informação sobre você, e os resultados das buscas aparecem sem qualquer viés.

Share Button

Google sobre o fim do Google Reader: A culpa é dos usuários

Durante uma entrevista pra Wired, o Diretor Senior de Notícias e Produtos Sociais do Google, Richard Gringras, disse que o Google Reader morreu pelo seguinte motivo:

“Usuários com smartphones e tablets estão consumindo notícias em pequenas doses ao longo do dia — substituindo o velho comportamentos-padrão de consumir notícias durante o café da manhã junto de uma leitura agradável ao final do dia. (…) [O Google está estudando] maneiras onipresentes de distribuir notícias pelos produtos [do Google] para atingir cada interesse dos usuários com a informação correta no momento correto por meio do veículo correto.”

Então ele está dizendo que o Google Reader morreu porque nós paramos de ler notícias de manhã e à noite e começamos a ler notícias durante o dia inteiro? E pra que diabos servia o Google Reader, se não era pra isso? Jornal-de-manhã-e-leitura-leve-de-noite era uma hábito de 15 anos atrás, muito antes do Google Reader sequer existir. Na verdade, o Google Reader ajudou a mudar exatamente este hábito.

Eu não acho que conheço ninguém que não deixava uma aba com o Google Reader aberta durante todo o dia pra ‘consumir notícias em pequenas doses ao longo do dia’. Pra que o RSS serve, então?

A parte final do texto me mostra a real razão pela qual o Google Reader foi abandonado. As pessoas simplesmente não adotariam o maldito Google+ e a bola-forçada-da-vez Google Now pra consumir notícias se o Google Reader ainda estivesse por perto.

“Atingir cada interesse dos usuários com a informação correta no momento correto por meio do veículo correto”?. Absolutamente que não. Muito obrigado, mas eu vou escolher a notícia que eu quiser ler, quando eu quiser ler, usando o veículo que eu quiser usar.

Via Wired

Posts relacionados:
Ei, Google, cadê seu foco?
Focar melhor em menos produtos
A obsessão do Google em fazer uma rede social sua dar certo

Share Button