Este robô de telemarketing mentiroso é assustadoramente real

Robomarketing

Um funcionário da Revista Time recebeu uma chamada de uma atendente de telemarketing tentando vender seguro de saúde. Até aí, nada fora do normal. Até que o repórter percebeu que apesar de ter um tom extremamente natural, a atendente que se identificava como Samantha West era na verdade um robô.

Logo após o primeiro contato, os repórteres da revista passaram a ligar inúmeras vezes para o telefone, tentando explorar as possibilidades e interações com o robô. Tire alguns segundos para escutar a voz da fulana e as suas reações, e entre pra lista dos que ficam um tanto assustados com esse tipo de possibilidade.

[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/124048927″ params=”color=ff6600″ width=”100%” height=”166″ iframe=”true” /]
[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/124051764″ params=”color=ff6600″ width=”100%” height=”166″ iframe=”true” /]

O que me incomodou profundamente foi que a gravação foi programada para mentir, tentando convencer o interlocutor de que a atendente não era um robô. Esse tipo de decisão não é arbitrária e certamente não foi feita de forma leviana. E estabelece um terrível precedente pra esse tipo de comportamento.

Em tempos de Google comprando a Boston Dynamics e a Amazon prometendo entregar encomendas com drones, eu esperava que este tipo de interação tão próxima entre humanos e robôs fosse feita com um pouquinho mais de responsabilidade.

Via io9

Share Button